IMG_20181129_102008_cor.jpg

QUEM SOMOS

Uma organização experiente

A Voz di Paz - Iniciativa para a Consolidação da Paz começou o seu trabalho enquanto um programa no seio do INEP em 2007, e tornou-se uma ONG independente em 2010, contando com mais de uma década de dedicação ao enraizamento da cultura de paz na Guiné-Bissau.


A Voz di Paz trabalha desde cedo no domínio da resolução de conflitos a nível local através dos seus Espaços Regionais de Diálogo (ERD), e tem vindo a levar a cabo diversos projetos de consolidação da paz com financiamento internacional. Sem com foco na consolidação da paz, tem trabalhado em domínios como:

  • Relações civis-militares

  • Comunicação para a paz 

  • Cidadania

  • Participação das mulheres  

  • Justiça formal e tradicional

 

A NOSSA HISTÓRIA

A Voz di Paz surgiu como um programa no seio do INEP em 2007, com o apoio da Interpeace e com o impulso do mais tarde primeiro diretor da Voz di Paz, o Professor Dr. Fafali Koudawo, bem conhecido dos guineenses.

Os primeiros passos da organização foram dados com um programa de pesquisa que envolveu mais de 6000 participantes para identificar as causas profundas dos conflitos na Guiné-Bissau. Desde então a Voz di Paz tem-se dedicado a trabalhar nas causas identificadas.

De 2015 a 2018 organização foi dirigida por

Filomena Mascarenhas Tipote.

Desde 2018 até ao presente,

a organização é dirigida por Udé Fati.

71527931_795146097570969_638396994344819
 

O NOSSO MANDATO

Estimular um engajamento cidadão para uma boa governação e a consolidação da paz em toda a população guineense, com foco específico nos grupos mais vulneráveis.

 

OBJETIVOS ESTRATÉGICOS

OBJETIVO 1- PREVENÇÃO E RESOLUÇÃO DOS CONFLITOS

Fortalecer as capacidades para prevenir e mediar conflitos a diferentes níveis da sociedade, aumentando a confiança entre indivíduos e grupos.

OBJETIVO 2- BOA GOVERNAÇÃO

Promover uma cidadania mais ativa e uma formulação de políticas no setor da justiça mais informada e eficaz.

OBJETIVO 3- COLABORAÇÃO COM E ENTRE AS FORÇAS DE DEFESA E SEGURANÇA

Fortalecer a colaboração das Forças de Defesa e Segurança (FDS) com outros atores institucionais e civis e aumentar a participação das FDS na definição da reforma do setor.

 
2-Auscultação.JPG

A NOSSA METODOLOGIA

Participação e inclusão para mudanças estruturais

A Voz di Paz inscreve a sua acção numa perspectiva de longo prazo. A sua abordagem baseia-se na ideia que a paz verdadeira não se constrói com sucessos instantâneos. A paz duradoura nasce de um processo moroso de ruptura da lógica de conflitos e construção da confiança com recursos intrínsecos das próprias sociedades e o empenho de todos os actores. É por isso que a Voz di Paz trabalha com o lema: “Paz um bem comum, uma obra de cada um”. 

A abordagem da Voz di Paz promove a participação inclusiva, o reforço da capacidade e a responsabilização dos actores locais, permitindo-lhes ser activos na identificação dos problemas e pró-activos na procura de soluções adequadas para construir uma paz duradoura, como pré-requisito de um desenvolvimento sustentável.

 

OS ESPAÇOS REGIONAIS DE DIÁLOGO

Estruturais locais para a paz em toda a Guiné-Bissau.

Em 2007 a Voz di Paz estabeleceu 10 grupos de diálogo permanente em todo o país: Biombo, Cacheu Margem Esquerda, Cacheu Margem Direita, Oio – Farim, Oio – Mansôa, Bafatá, Gabú, Quinara, Tombali, Bubaque. Estes espaços contam com um total de cerca de 90 membros, espalhados por todos os setores do país.


Ao ajudar a população na gestão de conflitos, estes Espaços Regionais de Diálogo dão uma contribuição essencial na construção da paz na Guiné-Bissau. Ao longo da última década, os ERDs resolveram centenas de conflitos locais, usando o diálogo como ferramenta para a gestão pacífica de conflitos, para a combater a insegurança, má governação e para lidar com as diferenças religiosas e a violência contra mulheres, por exemplo. Em vários casos, os ERDs convidam a população e representantes do Estado a nível local, para procurarem soluções conjuntas para os seus problemas. Este capacidade para convocar tais reuniões pode ser explicada pelo respeito e legitimidade que as personalidades locais que constituem estes ERDs possuem.

ERD.png
2015_11_25_GB_Film-600x400.jpg
3M2A0734.JPG
Regulo Alfa.JPG
EM2A0722.00_22_49_14.Quadro008.png
ERD.png
 

Mais informações sobre a Voz di Paz disponíveis na nossa brochura:

 

Subscribe Form

  • YouTube
  • Facebook

©2020 Voz di Paz